Câimbra: por que acontece e como evitar?

Quem pratica exercícios com frequência certamente já sofreu deste mal: a câimbra. Espasmos involuntários que atingem um ou mais músculos do corpo, os mais comuns são: panturrilha, músculos anteriores e posteriores da coxa, pés e abdômen.

A sensação é de ter o músculo enrijecido acompanhado de muita dor. A maioria das pessoas acredita que o problema está relacionado à falta de potássio no organismo, mas na realidade, vai muito além disso. O baixo teor de potássio (hipocalemia), pode ser considerado uma das causas para as contrações musculares, mas as alterações de cálcio e magnésio são muito mais influentes quando se trata de câimbra. A câimbra pode ser causada por: desidratação e intensidade dos exercícios, além de outros fatores que podem ajudar a se tornar um problema recorrente, como: febre, gestação, diabetes, doenças vasculares, doenças renais crônicas, doenças distróficas dos músculos, medicamentos diuréticos, anti-hipertensivos, entre outros.

O que muitos não sabem é que a câimbra, apesar de comum, pode ser facilmente evitada. Esteja sempre atento à sua hidratação e ao seu suporte de carboidratos antes, durante e após a corrida. Ouça o seu treinador e não mantenha ritmos muito acelerados, além do seu limite. Respeite os sinais do seu corpo e cuide da sua saúde!


Voltar